terça-feira, 17 de março de 2009

"Obstinação terapêutica", dizem eles!





É impressão minha ou esta gente tem uma especial predilecção pela secção de necrologia?

Ou será que já estão mortos mas ainda não sabem?
Será só necrolatria?

Perfectórios mesmo são os eufemismos fracturantes e a agenda pseudo-política: aqui.

2 comentários:

Danilo Badaró disse...

Esse tema da obstinação terapêutica é complicado. Hoje, procura-se confrontar tal obstinação com o conceito de "cuidados paliativos", que me parecem bem interessantes.

José A. Vaz disse...

caro Danilo, obrigado pela visita.
também concordo consigo, mas por cá há gente que tem outras prioridades e outras pressas. nem sempre recomendáveis! shalom.